Reunião de estudo – parte 02 – 22/03/12

Postado por admin em 30/03/12 às 9:20 am 0 Comentário

Reunião do Grupo de Estudos e Pesquisa Comunicação, Educação e Sociedade/ GECES

Texto: KAPLÚN. Mário. Uma pedagogia de La comunicacíon. Ediciones De La Torre. MADRID, 1998.

 

Capítulo II – O Processo comunicativo: A prática da comunicação

 Por: Alexandre Meneses Chagas

 

No segundo capítulo do seu livro, Kaplún aborda o processo comunicativo na Comunicação Educativa, onde traz exemplos de consultorias em associações e de práticas comunicativas.

Kaplún (1998, p.88) diz que “[…] nós podemos começar um jornal. Além disso, podemos impor a sua compra, pressionando os trabalhadores para comprá-lo. Ou até mesmo doá-lo. Mas não podemos ‘forçar’ a ler, se não está interessado.” Colocando a importância de ter objetivos bem definidos e de adequar e conhecer muito bem o seu destinatário (receptor), pois para ter uma comunicação educativa eficiente deve-se ter cuidado para não somente reproduzir os esquemas de comunicação vertical dos meios de comunicação de massa. Com este tipo de comunicação não iremos gerar um diálogo democrático que permita ao destinatário uma reflexão levando-o a formular questionamentos e a entender as causas dos problemas.

É importante perceber que o destinatário tem seus próprios interesses, preocupações, necessidades e expectativas, por isso devemos enquanto comunicador conhecer muito bem o que este destinatário quer receber, para que possamos comunicar o que realmente interessa a este público.

Segundo Kaplún (1998, p.99) o comunicador deve ter cuidado com a empatia, para não transparecer que é algo forçado. Porém, quando o comunicador pertence à mesma classe social do receptor a empatia é natural, pois ele vive, pensa e tem os mesmos problemas do receptor.

Ainda alerta de uma prática comum em que utiliza apenas a comunicação impressa esquecendo-se de outras formas de comunicação educativa, dentre elas (p. 106):

– Tradicional e artesanato mídia: teatro, fantoches, figuras de ação, dança, jogos.

– Os meios técnicos baratos, como: cartazes, fotografias, apresentações audiovisuais, alto-falantes, desenhos animados, fotonovelas, o “jornal oral” e o mural […]

Kaplún (1998, p.112) aborda a importância dos Signos e do Código na comunicação, onde se faz necessário um cuidado com a codificação e a decodificação (quando é captado o que foi codificado). Onde este Código deve ser trabalhado através de associações que fazem parte do repertório do destinatário, assim ele será capaz de interpretá-lo e compreendê-lo. As mensagens educativas devem ser sempre abertas, onde deixam sempre um espaço de reelaboração por parte do destinatário e ativa o processo de decodificação. Devemos escrever e falar pensando no público (destinatário) e não o que queremos escrever ou falar.

Ao utilizar uma comunicação popular procure trabalhar com o relato, convertendo a exposição em histórias, e quando contar estas histórias sempre simplifique e arredonde os dados passados, principalmente os estatísticos, como por exemplo: a dívida externa do país representa 78% (modifique para – cerca de 80%), o impacto é maior.

“Em Comunicação Educativa sempre é preferível apresentar umas poucas ideias centrais e desenvolve-lo bem em um conjunto denso de dados” (KAPLÚN, 1998, p. 167)

Outro conceito trabalhado por Kaplún é o de que toda comunicação inicia na Seleção e Combinação e ao mesmo tempo ele faz a seguinte pergunta:

Selecionar e Combinar para construir a mensagem leva a manipulação?

Se ao selecionar o comunicador tiver a intenção de eliminar os aspectos que podem causar reflexão, esconder dificuldades e os erros de uma ação. Procedendo deste modo estamos manipulando a mensagem. Mas se é realizada de forma honesta, sincera, clara, ampla, crítica, respeitosa, não estamos manipulando. Porém, nos dois casos estamos selecionando e combinando para criar a mensagem.

Como forma de evitar a manipulação pode-se trabalhar em equipes, com a discussão de grupos para melhor definir a seleção e combinação e ter destinatários críticos (que possam contribuir para este processo).

E no final do capítulo ele trata do Ruído como algo que atrapalha o processo de comunicação, principalmente na recepção da mensagem. E cita que o ruído pode se apresentar na forma: auditiva (um barulho externo demasiadamente alto); visual (impressão fora de registro); olfativa (um odor desagradável).

Ao ter contato com um material mal impresso o mesmo causará um ruído para o entendimento da mensagem ou até mesmo para o consumo desta mensagem, pois poderemos abandonar pela qualidade da impressão. Ao encontrar textos com um excesso de conteúdos o que dificulta o entendimento da ideia central ou com uma construção textual confusa; além de problemas de diagramação ou associações dos códigos.

Para tentar evitar tais ruídos Kaplún sugere continuar pensando no seu destinatário, que aceite críticas a sua mensagem, evitar o improviso e sim planejar a sua comunicação, pois assim poderá ter controle sobre possíveis ruídos e se possível testar o material antes de submeter ao destinatário.

“Necessitamos ser leitores críticos de nossas próprias mensagens e exigirmos conhecer entre o objetivo que perseguimos e as formas e signos que selecionamos.” (KAPLÚN, 1998, p. 163)

 

Próxima reunião de estudos (12/04/12):

Texto – III Capítulo: KAPLÚN. Mário. Uma pedagogia de La comunicacíon. Ediciones De La Torre. MADRID, 1998.
Para baixar acesse: Uma pedagogia de La comunicacíon – PDF document, 1755Kb

Parte III – Soraya Cristina Pacheco de Meneses

 

– Data da próxima reunião: 12/04/12 (quinta-feira) às 18h30

– Introdução do Livro:
CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede: a era da informação, economia, sociedade e cultura. Vol I. Tradução: Roneide Venancio Majer. São Paulo: Paz e Terra, 2005.

 

Categorias: Reuniões

  • RSS
  • Página do Grupo no CNPQ
  • E-mail
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

  • Picasa
  • Slideshare

Posts Populares

I Simpósio de Educa

INSCRIÇÕES Alunos (clique aqui) Instruções para aluno Para cadastrar-se na 1° Simpósio Regional de Educaçao ...

Atas do 6º Simpósi

No endereço Atas do 6 Simpósio - Geces estão disponíveis ...

Livro de resumos - 6

Já está disponível neste endereço: CIAIQ2015_6ºSIMEDUC_Livro_Resumos, o livro de resumos ...